Home > Botânica > Fisiologia vegetal > Fotossíntese > Maquinaria > Carotenóides  
  Botânica
  Fotos
  Manuais
  Especiais
 

Carotenóides - Fotossíntese

 

Carotenóides compreendem uma família de pigmentos amarelos e laranjas, presentes na maioria dos organismos fotossintetizantes. São encontrados em grandes quantidades nas raízes de cenoura e fruto de tomate. São também encontrados em folhas verdes. (Hopkins, 1995)

No outono, quando parte da clorofila é degrada, os carotenóides que são mais estáveis, fornecem a coloração característica laranja amarelada das folhas de outono. (Hopkins, 1995)

Estes pigmentos são terpenóides de 40 carbonos (C40), biossinteticamente derivados da via dos isoprenóides. São predominantemente hidrocarbonetos e por isso são solúveis em lipídeos e estão presentes nas membranas tanto de cloroplastos quanto de plastídeos especializados chamados cromoplastos. (Hopkins, 1995)

Incluem os carotenos e as xantofilas. Os primeiros são predominantemente laranjas ou vermelho-alaranjados. B-caroteno é o principal carotenóide em algas e plantas superiores. Carotenóides amarelos, as xantofilas, são carotenos oxigenados. Luteína e zeatina, por exemplo, são formas hidroxiladas do B-caroteno e B-caroteno, respectivamente. (Hopkins, 1995)

Tal como a clorofila, o B-caroteno é complexado com proteína no cloroplasto. O B-caroteno absorve a luz azul e é capaz de repassar esta energia para a clorofila para uso na fotossíntese. Os carotenóides podem ter a função de absorver o excesso de luz azul e proteger a clorofila da fotooxidação. (Hopkins, 1995)

Próxima >


 

   Termos de uso | Links | A equipe | Contato | |