Home > Botânica > Taxonomia Vegetal > Reino Plantae > Briófitas > Divisão Hepatophyta  
  Botânica
  Fotos
  Manuais
  Especiais
 

Divisão Hepatophyta

Os membros desta divisão são comumente chamados de hepáticas.

Marchantia, uma hepática talosa.
Frullania, uma hepática folhosa.

 

- Fazem parte desta divisão aproximadamente 8000 espécies.
- Conhecidas como “fígado”, devido à semelhança do contorno do gametófito com um fígado. Pensava-se, por isso, que estas plantas poderiam ser utilizadas para tratamento de doenças hepáticas.
- Em ambientes úmidos, formam extensos tapetes, recobrindo rochas e troncos.
- São as mais simples de todas as plantas (Reino Plantae) vivas. Não apresentam células especializadas em condução, nem cutícula, nem estômatos.
- Altamente dependentes da água.
- Os esporângios (cápsulas) apresentam várias formas de liberação de esporos.
- Os rizóides destas plantas são unicelulares e não ramificados.
- O protonema (estrutura formada logo após a germinação do esporo) é reduzido a duas ou três células.
- Esporófitos com paredes celulares finas, que se mantém rígidas por causa da pressão de turgor das células.
- No interior do esporângio, juntamente com os esporos, existem elatérios, estruturas que ajudam na dispersão dos esporos. São formadas por células higroscópicas, em forma de molas.
- Esporângios são liberados por quatro fendas longitudinais e os esporos são todos liberados ao mesmo tempo.
- Filídios são uniestratificados e não apresentam costa.

Estão divididas em:

Hepáticas talosas e hepáticas folhosas


 

   Termos de uso | Links | A equipe | Contato | |