Home > Botânica > Taxonomia Vegetal > O nome científico  
  Botânica
  Fotos
  Manuais
  Especiais
 

O nome científico

Uma vez entendido o surgimento e a necessidade de um sistema de classificação universal, passaremos a discutir a formação do nome científico.

Um nome cientifico é composto por duas partes: a primeira é o nome genérico. Este nome refere-se ao gênero que engloba determinada espécie. Pode ser escrito sozinho quando estamos nos referindo a todas as espécies daquele gênero. Quando queremos nos referir a uma determinada espécie daquele gênero, acrescentamos logo após ao nome do gênero, o epíteto específico. Este nome é que caracteriza a espécie e é único em todo o mundo. Por exemplo:

Viola tricolor (amor-perfeito). Viola é o nome genérico, que serve para todas as plantas do gênero Viola (Viola rostrata, Viola quercetorum, etc). Já o nome tricolor é o epíteto específico, pois é específico desta espécie. A combinação entre nome genérico e epíteto específico é única no mundo e só pode caracterizar uma única espécie.

Veja bem, a combinação entre os dois é que é específica. Pode haver diferentes espécies de gêneros distintos com o mesmo epíteto específico e mesmo assim estar de acordo com as normas de nomenclatura.

Por exemplo: biennis é um epíteto específico presente no nome de várias espécies, mas de diferentes gêneros. Artemisia biennis, Lactuca biennis, Oenothera biennis, entre outras biennis existentes, são plantas diferentes e seus nomes estão perfeitamente de acordo com as regras de nomenclatura. Quando mencionado, o epíteto específico deve ser sempre acompanhado do nome genérico. Mesmo quando abreviado, este deve aparecer: A. biennis, L. biennis, e assim por diante.

O único inconveniente pode ocorrer se uma espécie passa por uma revisão taxonômica e descobre-se que ela estava incluída em um gênero errado. Se o novo gênero daquela planta já tiver uma planta com aquele epíteto específico, a última espécie incluída deverá mudar de epíteto específico. Por exemplo (exemplo fictício):

Se em uma revisão descobre-se que a planta Viola tricolor, na verdade não pertence ao gênero Viola, e sim ao gênero Agatea, o novo nome da planta seria Agatea tricolor, pois o epíteto específico da planta acompanha a mesma em caso de mudanças na classificação. Mas se no gênero Agatea já existir o epíteto específico tricolor, o autor da revisão deverá propor outro epíteto específico para caracterizar esta planta.

 

   Termos de uso | Links | A equipe | Contato | |