Home > Manuais > Manual de cultivo de orquídeas em troncos > Minhas primeiras experiências  
  Botânica
  Fotos
  Manuais
  Especiais
 

Manual de cultivo de orquídeas em troncos

2. Minhas primeiras experiências

Primeiramente, eu comecei a comprar mudas para cultivar. Deixava os vasos no parapeito da janela da minha lavanderia.

Após comprar mudas e achar um lugar que elas gostassem (a minha lavanderia), decidi fazer novas experiências. Como falei no começo deste relato, sempre achei lindo ver as orquídeas crescendo em troncos, crescendo abundantemente e produzindo flores às pencas. Mas como conseguir isso?

Bem, primeiro tratei de conseguir um tronco (em um apartamento?). Sim, era um tronco pequeno e leve, que eu prendi com um arame numa das extremidades e pendurei no teto. Aí fiz o plantio. Infelizmente não tenho fotos disso, vou ficar devendo. Tirei a muda do vaso, tirei o substrato (que era xaxim moído, que hoje em dia não é mais permitido!), envolvi as raízes da muda no tronco e prendi com barbante fino. Molhava sempre que passava por perto com um borrifador, aqueles frascos plásticos, parecidos com aqueles de certos produtos de limpeza.

Dica: compre um borrifador só pra este fim. Não reutilize aqueles que contiveram um dia algum produto de limpeza, pois eles são tóxicos para as orquídeas.

Quando a planta emitiu a primeira raizinha nova, dei pulos de alegria. Mas sempre que precisava viajar, passar um ou dois dias fora sem molhar, a raizinha murchava, a ponta ficava preta e morria. E assim foi por mais de um ano: a planta lutando para sobreviver, eu fazendo o possível para molhar a planta com o máximo de freqüência, mas com essa nossa vida corrida, fica difícil molhar a planta pelo menos umas três vezes por dia. Até que a planta não resistiu e morreu. Tragédia, tristeza geral.

Meus acertos:
- coloquei a planta num local claro, com iluminação indireta, com regas constantes com borrifador.

Meus erros:
- nunca poderia ter colocado a planta no tronco sem nenhum substrato, ou seja, deixando as raízes expostas. As orquídeas necessitam de umidade. Suas raízes devem estar sempre em contato com a umidade (não encharcadas, também não podemos exagerar para o outro lado). Mesmo com regas freqüentes, as raízes acabavam ficando secas a maior parte do tempo.
- prendi a muda com barbante fino. Ele acaba machucando a planta à medida com que ela cresce

Tópicos apresentados:

 

 

   Termos de uso | Links | A equipe | Contato | |